Acerca

Em Novembro de 2016 cumprem-se 19 anos de actividade da Ocarina na área da música – edição e produção, agenciamento e management. Durante estes anos estabelecemos laços e fortalecemos relações com entidades culturais, festivais, programadores, artistas, técnicos e públicos. Contribuímos para a divulgação da nossa música mundo fora e também para o início das carreiras internacionais de artistas como Helder Moutinho, Mafalda Arnauth, Katia Guerreiro, António Zambujo e Carla Pires. Em jeito de balanço apresentamos um historial com os principais acontecimentos em que fomos intervenientes ao longo deste anos: A OCARINA surgiu no Bairro Alto (Tr. do Poço da Cidade nº 40) nos finais dos anos 70 com o objectivo inicial de recolha e venda de artesanato tradicional português. Em 1982 alargou o seu âmbito a outras actividades culturais: restaurante e café concerto. Aqui decorreram espectáculos de música e de teatro, exposições de pintura, lançamento de livros e discos, workshops diversos.A Ocarina tornou-se então um ponto de encontro de um público heterogéneo com músicos, artistas, escritores, pintores e outros intelectuais. O projecto inicial teve o seu epílogo  em 1987 até que dez anos depois a Ocarina ressurge com uma nova proposta ligada à música: EDITORA, PRODUTORA e AGÊNCIA ARTÍSTICA.  

Como EDITORA, lançou os seguintes trabalhos: 

1999  “Sete Fados e alguns Cantos” de Helder Moutinho

2001  “Fado Maior” de Katia Guerreiro

2002  “Sol na Manssi” de Guto Pires

2003  “Terra de Abrigo” Ronda dos Quatro Caminhos com Coros do Alentejo, Orquestra

Sinfónica de Córdova e convidados

2003  “Vivos e..ao vivo” José Barros e Navegante” (CD duplo)

2003  “Lágrima Tola”  Célia Barroca”

2003  “Nas mãos do fado” Katia Guerreiro

2004  “Por meu cante” António Zambujo”

2004  “Navegador do Futuro” Pedro Barroso

2005  “Luz de Lisboa” Helder Moutinho

2005  “Ilha do meu fado” Carla Pires

2005  “Ronda dos Quatro Caminhos ao vivo no CCB”(DVD) com Coros do Alentejo, Orquestra

Sinfonietta de  Lisboa e convidados

2006  “Fados do meu fado” Maria Amélia Proença”

2006  “Fados da tristeza alegre” Marco Rodrigues

2006  “Canto serena” Silvia Filipe

2006  “Regresso” Chico Madureira

2006  “Qu’é que tens a ver com isso?” Moçoilas

2006  “Mar eterno” José Barros

2006  “Entre a bruma e a saudade” Rosa Madeira

2007  “Fado de longe” Edu Miranda

2007  “Sulitânia” Ronda dos quatro Caminhos”

2007  “Outro sentido” António Zambujo

2008 “Vozes de nós” CRAMOL

2008  “Mariária”  Mariária

2009  “Outro sentido + 3 temas extra” António Zambujo

2009  “Credo, cruzes canhoto” Toque de Caixa

2011  “Demudado em tudo” Quatro ao Sul

2011  “Promessas absolutas” Fanfarra Alfares

2011  “Rota das paixões” Carla Pires

2011  “Sou assim”  Rita Gordo

2013  “Onde Sonho” Alexandros Nathanail – featuring Ana Sofia Varela, Carla Pires, Gisela João, Helder Moutinho, Joana Amendoeira,   Maria Ana Bobone

2014 “Tierra Alantre”  Ronda dos Quatro Caminhos, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Coro do Teatro Nacional de São Carlos e convidados.

2015 “Retratos Cinéticos”  Orblua

2015 “Sarilho” Pé na Terra

2016 “Aqui” Carla Pires

Enquanto PRODUTORA e AGÊNCIA ARTÍSTICA, a Ocarina trabalha com diversas bandas portuguesas (música tradicional e folk) e representa, de modo permanente e em digressões, grupos e artistas internacionais de prestígio.

Em colaboração  com Festivais, Teatros e outros Agentes culturais  trouxemos a Portugal:
Carlinhos Brown, Chico César, Gafieira Dance Brasil, Jorge Benjor, Cabruera, Mestre Ambrósio, Olodum, Ceumar (Brasil) | Cliff Korman, Lisa Halley, Taj Mahal (Usa) | Estudantina Invasora, Sierra Maestra, Omar Sosa (Cuba) | La Musgaña, Compañia Flamenca Alhama, Maria del Mar Bonet, Radio Tarifa, Vicente Amigo, Esperanza Fernandez, El Bicho, Lham de Foc, Chouteira, Ardentia, Cempés, Fiadeiro, Triquel, Hevia (Espanha) | Vozes Búlgaras ‘Angelite’, Ivo Papasov (Bulgária)  | Ayoub Ougada (Quénia) | Super Kayor de Dakar (Senegal) Cheika Rimitti, Houria Aichi, Abdelli , Hasna el Becharia (Argélia) | Nass Marrakech, B’Net Marrakech, Amina Alaoui, Majid Bekkas (Marrocos) | Mostar Svedah Reunion (Bósnia) | Esma Redzepova (Macedónia) | Fanfare Ciocarlia (Roménia) | Romano Drom, Kalman Ballog (Hungria) | A Cumpagnia (Córsega) | Polkaholix, Di Grine Kuzine (Alemanha) | Lo Còr de la Plana, Les Boukakes (França) |  Dervish, Nomos, Tèada (Irlanda) | Assurd (Itália) | MacUmba (Escócia) Warsaw Village Band (Polónia) | Darko Rundek (Croácia).

 

Especializada também em fado e na nova música tradicional, a Ocarina, ao longo da sua actividade, tem contribuído para a divulgação da nossa música e cultura no estrangeiro, através da participação em concertos e digressões de grupos e artistas tais como:
Brigada Victor Jara, Ronda dos Quatro Caminhos, Gaiteiros de Lisboa, Realejo, Toque de Caixa, Moçoilas, Zeca Medeiros, Guto Pires, Katia Guerreiro, Mafalda Arnauth, Helder Moutinho, Maria Amélia Proença, Carla Pires, António Zambujo, Marco Rodrigues. Com estes e outros artistas e grupos portugueses (José Barros e Navegante, Galandum Galundaina, Toques do Caramulo, Uxukalhus, Adufeiras do Monsanto, Canto Nono, Cramol, Quatro ao Sul, etc.) realizámos também concertos pelo país.

 

PARTICIPAÇÃO EM FESTIVAIS INTERNACIONAIS: Festival de Rudolstadt 98, Festival Women in (E)motion, Perlberg Festival, Bielefeld, Nuremberga (Alemanha), Voices Festival (Áustria), Feria de Teatro Ciudad Rodrigo, Festival de Murcia, Festival de Fado – Fundación Rei Afonso Henriques, Strictly Mundial Saragoça, La Mar de Músicas, Bidassoa Folk Festival, Calles de Fado-Tenerife (Espanha), Cactus Festival, Flanders International Festival (Bélgica), Tilburg Festival (Holanda); Festival de l’Île Tatihou, Festival Convivencia, Les Nuits d’Été d’Aix, Festival Côté Cour, Les Voix de l’âme, Mozaïque, Les Tombées de la Nuit, Les Suds à Arles, Strictly Mondial Marselha, Festival Vox Musica , Festival des Musiques de l’Âme,  Jeudis Musicaux des Églises Romanes, Festival U Settembrinu di Tavagna-Córsega, Festival Parfums de Musique, Festival d’Ambronay, Babel Med Music-Marselha, Festival d’Ile de France(França) | Festival des Musiques Sacrées de Fez (Marrocos), Tonsberg Festival, Ulsteinvik Fado Festivalen (Noruega) | Atlantic Waves, Llangollen (UK)|Festival Sete Sóis Sete Luas (Portugal, Itália, Espanha e França)| Eskisehier Festival, Womist Festival-Istambul (Turquia) | Festival International de Guitarra-Friburgo, Festival ‘Fadus’-Genebra (Suíça).

 

FESTIVAIS NACIONAIS: Multimusicas(Lisboa 98/99/2000), Festival “Viva a Rua”-Évora, Festival de Músicas do Mundo de Sines, Festa do Fado –Lisboa, Festa do Avante, Festival Internacional Casa de Mateus, Festival Raizes do Atlântico-Funchal, Festival Sons do Atlântico-Lagoa, Festival Maré de Agosto- Santa Maria, Festival do Ramo Grande (Açores), Festival Islâmico de Mértola, Festival “Sons em Trânsito”, Festival Rotas & Rituais, Festival Albuhera, Festival de Música Tradicional de Macedo de Cavaleiros, Festival Interceltico, Festival de Música Tradicional e Celta da Batalha, Festival Med, Festival Bons Sons, Festival Caixa Alfama.

 

DIGRESSÕES PRINCIPAIS NO ESTRANGEIRO: com Mafalda Arnauth (Alemanha 1998/99/2000) com Katia Guerreiro (França, Grécia, UK, Itália, Nova Caledónia,  Japão 2003 e  2004) | com António Zambujo (França, Espanha, Holanda, Escandinávia) | com Carla Pires (Grécia, Áustria, França, Escandinávia, Bélgica, Holanda, Brasil).